Total de visualizações de página

Seguidores

sexta-feira, 24 de junho de 2011

"Funny Girl", de William Wyler

Funny Girl - A Garota Genial (Funny Girl, 1968), de William Wyler, o estilista sem estilo, o diretor de Ben-Hur (e também de obras fundamentais como Os melhores anos de nossa vida, Da terra nascem os homens, O colecionador, Infâmia, Pérfida, Jezebel, tantas!), assinala os estertores do musical americano superproduzidos - e longe da simplicidade dos filmusicais produzidos por Arthur Freed e dirigidos por Vincente Minnelli, Stanley Donen, entre outros. O filme deu o Oscar a Barbra Streisand no papel da feiosa atriz e cantora. Barbara, ano depois, faria uma caricatura de Funny em Hellô! Dolly, que a Fox, não prevendo que a cultura musical tinha mudado e que os tempos eram mais chegados a Woodstock, entrou pelo cano, indo à falência. Os números musicais de Funny Girl, como o apresentado aqui neste blog, são excelentes, mas a direção de Wyler se restringiu à administração do elenco. Omar Shariff ainda desfrutava do prestígio alcançado em Dr. Jivago e faz par com La Streisand.

domingo, 19 de junho de 2011

"La passion de Jeanne D'Arc", de Dreyer

O martírio de Joana D'Arc (La passion de Jeannne D'Arc, 1928), de Carl Theodor Dreyer, um dos monumentos da arte do filme em todos os tempos.